terça-feira, 24 de novembro de 2009



big brother is watching you


nesta era de voyeurismo exacerbado, o StatCounter é um desastre à beira de acontecer, graças a dEUS pela falta de tempo e de memória. contudo, não posso deixar de registar o meu espanto quando, volta e meia, lá me chega ao conhecimento que, por exemplo, há quem aterre neste blog à procura de textos que escrevi há vários anos (medo!) ou - e este deixa-me verdadeiramente comovida - de livros sobre dominar o mundo. :') lamento, amigos, livros não tenho, só mesmo planos.





Etiquetas:


posted by saturnine | 00:22 | 1 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 16 de novembro de 2009



quantas vezes




e devo a uma polva simpática este vício do Harold's Planet. :)






Chet Baker | When I fall in love


adoro aquele início que me faz sempre pensar no Vento nos Salgueiros porque me lembra o jingle dos desenhos animados da Thames Television. e o Chet é o Chet, e já entrei oficialmente na Chet mood deste ano.






© Angel Dominguez
Ratty and Mole in The Wind In The Willows






Etiquetas: , , , ,


posted by saturnine | 12:56 | 1 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

domingo, 15 de novembro de 2009



planos para dominar o mundo #11


há uns dois ou três por volta desta altura de fim de Outono, cheguei a casa num fim de tarde e sentei-me a ver (sem o saber de antemão) exactamente o filme que me apetecia ver - era o Labirinto do Fauno, que amo de paixão assolapada quase tanto como sou obcecada pelas aventuras da Alice no País das Maravilhas.

no meu aniversário este ano, sentei-me na cama ao fim da tarde e apeteceu-me ver exactamente o filme que me apetecesse ver; então disse em voz alta "apetecia-me ver qualquer coisa como o A Series of Unfortunate Events. liguei a televisão e o filme estava a passar.

gosto destas coisas que são as febres da estação e as coincidências de arrepiar. e como é uma angústia tremenda pensar que não há mais Senhor dos Anéis, que é o meu universo natalício/invernoso por execlência, estou já já a preparar o meu roteiro de literatura fantástica pré-natalícia:









se pudesse, só voltavam a ver-me fora de casa lá para Março. work less, read more, a máxima imprescindível de qualquer manifesto contra o trabalho, com algumas horas de sono excessivas pelo meio, e ai de mim se não vou mesmo parar ao inferno com tanta queda para os pecados capitais.





Etiquetas: , ,


posted by saturnine | 18:54 | 0 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 11 de novembro de 2009



mosaico no coração:











imagens do Kurt Halsey, composição minha






Etiquetas: , ,


posted by saturnine | 13:40 | 3 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


música no coração #9


já tão tarde, Novembro surpreendeu-me com um cheirinho a verão, e trouxe a mesma felicidade completa da descoberta dos Fleet Foxes (afinal o mundo não acaba, nem os grandes amores):




Vetiver | More of this


It won't be long before
I have to leave
Knowing that I could use more time alone with you
That just might carry me through




...





mas o Outono afirma-se e não deixa margem para equívocos, é como recordar Morrissey e uma espécie de tristeza ligeira ou uma alegria parvinha, está frio e tal mas há coisas maravilhosas como as castanhas assadas, o quentinho de um abraço, e uns bilhetes para o Coliseu do Porto a 2 de Fevereiro do ano do contacto:





Arctic Monkeys | Cornerstone


It was close
So close that the walls were wet






Etiquetas: , ,


posted by saturnine | 13:25 | 0 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 4 de novembro de 2009



i've seen the life on this planet, that's why i'm looking elsewhere *


não é bem verdade que nada se compara à miséria de um emprego: eu dar-me-ia por contente se tivesse um emprego, mas o que acontece é que o que tenho é só trabalho e algumas chatices. isso é que é a verdadeira miséria. deixei tão abandonado, a meio, o meu A História Fabulosa de Peter Schlemhil de Adelbert Von Chamisso, que pela primeira vez na vida perdi o norte a um livro. não sei onde está, desde a última vez que lhe peguei. entretanto, para compensar, comecei o fabuloso Good Omens de Terry Pratchett e Neil Gaiman, que é exactamente o livro que me apetece ler nesta altura do ano, mas que por motivo do meu grande sono acumulado em consequência de um atropelamento de cansaço, não consegui ir ainda além das duas primeiras páginas. é assim que, juntando o útil ao agradável, encontro o livro perfeito para mim nestas condições:









o universo do imaginário-fantástico-deste-mundo-mas-que-parece-de-outro-ou-vice-versa é o meu escape. e tenho horas de entretenimento garantido. que é como quem diz, uma vida inteira, considerando o tempo livre disponível.





* Fox Mulder, The X-Files





Etiquetas: , , , ,


posted by saturnine | 22:54 | 1 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


o amor é bom quando é uma perdição


«Para isto dos nossos amores, de entender bem o porquê dos nossos amores, fazemos imensas perguntas existenciais quando somos mais novos e depois se tivermos juízo, ao longo da vida e sempre que coisas estranhas voltem a acontecer, aprendemos a deixar-nos levar, caladinhos que nem um rato e a ouvir de joelhos o Chet Baker. O Chet Baker que sabia muito bem o que é ficar sem Norte. O amor passa a ser, para nosso bem, igualzinho àquela música, uma espécie de Let´s get lost , isto é, um vale tudo menos tirar olhos.» | mónica marques





Chet Baker | Let's get lost





anda a acontecer-me algo do mais terrível que há: uma quase total incapacidade de expressar-me. há-de ser coisa da estação, que incita ao recolhimento, talvez. ou isso ou o corpo todo concentrado na felicidade dos dedinhos dos pés encostados a outros dedinhos. não tenho palavras. não sei explicar. o texto da Mónica Marques cai-me como ginjas e ainda por cima traz o Chet Baker dentro, que é para mim a representação mental de uma série de metáforas e memórias do prórpio amor. sublinho-o do princípio ao fim, com um grande coração em volta deste parágrafo que recortei.





Etiquetas: , ,


posted by saturnine | 22:31 | 4 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


das delícias


há combinações tão improváveis quanto perfeitas, e o lugar subtil e discreto que o mundo lhes reserva, quietas e em mútuo desconhecimento até se descobrirem por acaso, é um dos maiores motores de comoção e alegria, como esse insuperável espanto pelo milagre do arrebatamento que é o amor, por exemplo. e eu que nunca cesso de me espantar como é possível, se tão improvável, que duas pessoas que foram feitas uma para a outra se encontrem, também nunca cesso de me espantar como foi possível que se inventasse a maior das improbabilidades: as claras em castelo. e assim por diante. há acasos mais prováveis, certamente. como o da junção do doce de abóbora com o requeijão. a rima foi sem querer, mas a delícia é daquelas de chorar por mais. bate o queijo com marmelada aos pontos, de longe. um chazinho de rooibos por cima, uma sonequinha ao fim da tarde, dez dedinhos dos pés que se vêm juntar aos meus, e começo a vislumbrar algo muito semelhante à felicidade.





Etiquetas: ,


posted by saturnine | 16:51 | 2 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------





não sei até que ponto desejo ou não ler este livro num futuro mais ou menos próximo. nem sei até que ponto o fascínio do oriente desabrochou o suficiente para eu desejar esse desejo. o que é certo é que se trata, na minha opinião, da jóia da família - que é como quem diz, da colecção, e Alexandra Lucas Coelho deixou-me rendida ao vê-la (e ouvi-la) de perto. diz que quem viaja, fá-lo avançando contra o medo. o que é de uma violência extrema, para quem se encontra incapaz de se mover.





Etiquetas: , , ,


posted by saturnine | 16:40 | 0 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

spot player special




"us people are just poems"
[ani difranco]


*

calamity.spot[at]gmail.com



~*. through the looking glass .*~




little black spot | portfolio
Baucis & Philemon | tea for two
os dias do minotauro | against demons
menina tangerina | citrus reticulata deliciosa
the woman who could not live with her faulty heart | work in progress
pale blue dot | sala de exposições
o rosto de deus | fairy tales








---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


~*. rearview mirror .*~


Maio 2003 . Junho 2003 . Julho 2003 . Agosto 2003 . Setembro 2003 . Outubro 2003 . Novembro 2003 . Dezembro 2003 . Janeiro 2004 . Fevereiro 2004 . Março 2004 . Abril 2004 . Maio 2004 . Junho 2004 . Julho 2004 . Agosto 2004 . Setembro 2004 . Outubro 2004 . Novembro 2004 . Dezembro 2004 . Janeiro 2005 . Fevereiro 2005 . Março 2005 . Abril 2005 . Maio 2005 . Junho 2005 . Julho 2005 . Agosto 2005 . Setembro 2005 . Outubro 2005 . Novembro 2005 . Dezembro 2005 . Janeiro 2006 . Fevereiro 2006 . Março 2006 . Abril 2006 . Maio 2006 . Junho 2006 . Julho 2006 . Agosto 2006 . Setembro 2006 . Outubro 2006 . Novembro 2006 . Dezembro 2006 . Janeiro 2007 . Fevereiro 2007 . Março 2007 . Abril 2007 . Maio 2007 . Junho 2007 . Julho 2007 . Agosto 2007 . Setembro 2007 . Outubro 2007 . Novembro 2007 . Dezembro 2007 . Janeiro 2008 . Fevereiro 2008 . Março 2008 . Abril 2008 . Maio 2008 . Junho 2008 . Julho 2008 . Agosto 2008 . Setembro 2008 . Outubro 2008 . Novembro 2008 . Dezembro 2008 . Janeiro 2009 . Fevereiro 2009 . Março 2009 . Abril 2009 . Maio 2009 . Junho 2009 . Julho 2009 . Agosto 2009 . Setembro 2009 . Outubro 2009 . Novembro 2009 . Dezembro 2009 . Janeiro 2010 . Fevereiro 2010 . Março 2010 . Maio 2010 . Junho 2010 . Julho 2010 . Agosto 2010 . Outubro 2010 . Novembro 2010 . Dezembro 2010 . Janeiro 2011 . Fevereiro 2011 . Março 2011 . Abril 2011 . Maio 2011 . Junho 2011 . Julho 2011 . Agosto 2011 . Setembro 2011 . Outubro 2011 . Janeiro 2012 . Fevereiro 2012 . Março 2012 . Abril 2012 . Maio 2012 . Junho 2012 . Setembro 2012 . Novembro 2012 . Dezembro 2012 . Janeiro 2013 . Janeiro 2014 .


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


~*. spying glass .*~


a balada do café triste . ágrafo . albergue dos danados . almanaque de ironias menores . a natureza do mal . animais domésticos . antologia do esquecimento . arquivo fantasma . a rute é estranha . as aranhas . as formigas . as pequenas estruturas do ócio . atelier de domesticação de demónios . atum bisnaga . auto-retrato . avatares de um desejo . baggio geodésico . bananafish . bibliotecário de Babel . bloodbeats . caixa-de-lata . casa de cacela . chafarica iconoclasta . coisa ruim . com a luz acesa . comboio de fantasmas . complicadíssima teia . corpo em excesso de velocidade . daily make-up . detective cantor . dias com árvores . dias felizes . e deus criou a mulher . e.g., i.e. . ein moment bitte . em busca da límpida medida . em escuta . estado civil . glooka . i kant, kant you? . imitation of life . isto é o que hoje é . last breath . livros são papéis pintados com tinta . loose lips sink ships . manuel falcão malzbender . mastiga e deita fora . meditação na pastelaria . menina limão . moro aqui . mundo imaginado . não tenho vida para isto . no meu vaso . no vazio da onda . o amor é um cão do inferno . o leitor sem qualidades . o assobio das árvores . paperback cell . pátio alfacinha . o polvo . o regabofe . o rosto de deus . o silêncio dos livros . os cavaleiros camponeses no ano mil no lago de paladru . os amigos de alex . Paris vs. New York . passeio alegre . pathos na polis . postcard blues . post secret . provas de contacto . respirar o mesmo ar . senhor palomar . she hangs brightly . some variations . tarte de rabanete . tempo dual . there is only 1 alice . tratado de metatísica . triciclo feliz . uma por rolo . um blog sobre kleist . vazio bonito . viajador


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


~*. the bell jar .*~



os lugares comuns: against demons . all work and no play . compêndio de vocações inúteis  .  current mood . filosofia e metafísica quotidiana . fruta esquisita menina aflita . inventário crescente de palavras mais-que-perfeitas . miles to go before I sleep . música no coração  .  música para o dia de hoje . o ponto de vista dos demónios . planos para dominar o mundo . this magic moment  .  you came on like a punch in the heart . you must believe in spring


egosfera: a infância . a minha vida dava um post . afirmações identitárias . a troubled cure for a troubled mind . april was the cruellest month . aquele canto escuro que tudo sabe . as coisas que me passam pela cabeça . fruto saturnino (conhecimento do inferno) . gotham style . mafarricar por aí . Mafia . morto amado nunca mais pára de morrer . o exílio e o reino . os diálogos imaginários . os infernos almofadados . RE: de mail . sina de mulher de bandido . the woman who could not live with her faulty heart . um lugar onde pousar a cabeça   .  correio sentimental


scriptorium: (des)considerações sobre arte . a noite . and death shall have no dominion . angularidades . bicho escala-estantes . do frio . do medo . escrever . exercícios . exercícios de anatomia . exercícios de respiração . exercícios de sobrevivência . Ítaca . lunário . mediterrânica . minimal . parágrafos mínimos . poemas . poemas mínimos . substâncias . teses, tratados e outras elocubrações quase científicas  .  um rumor no arvoredo


grandes amores: a thing of beauty is a joy forever . grandes amores . abraços . Afta . árvores . cat powa . colectânea de explicações avulsas da língua portuguesa  .  declaração de amor a um objecto . declaração de amor a uma cidade . desolação magnífica . divas e heróis . down the rabbit hole . drogas duras . drogas leves . esqueletos no armário . filmes . fotografia . geometrias . heart of darkness . ilustraçãoinício . matéria solar . mitologias . o mar . os livros . pintura . poesia . sol nascente . space is the place . the creatures inside my head . Twin Peaks . us people are just poems . verão  .  you're the night, Lilah


do quotidiano: achados imperdíveis . acidentes quotidianos e outros desastres . blogspotting . carpe diem . celebrações . declarações de emergência . diz que é uma espécie de portfolio . férias  .  greves, renúncias e outras rebeliões . isto anda tudo ligado . livro de reclamações . moleskine de viagem . níveis mínimos de suporte de vida . o existencialismo é um humanismo . só estão bem a fazer pouco


nomes: Aimee Mann . Al Berto . Albert Camus . Ana Teresa Pereira  . Bauhaus . Bismarck . Björk . Bond, James Bond . Camille Claudel . Carlos de Oliveira . Corto Maltese . Edvard Munch . Enki Bilal . Fight Club . Fiona Apple . Garfield . Giacometti . Indiana Jones . Jeff Buckley  .  Kavafis . Klimt . Kurt Halsey . Louise Bourgeois . Malcolm Lowry . Manuel de Freitas . Margaret Atwood . Marguerite Duras . Max Payne . Mia Couto . Monty Python . Nick Drake . Patrick Wolf  .  Sophia de Mello Breyner Andresen . Sylvia Plath . Tarantino . The National . Tim Burton


os outros: a natureza do mal . amigos . dedicatórias . em busca da límpida medida . retalhos e recortes



---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

...it's full of stars...


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

blogspot stats