quarta-feira, 30 de setembro de 2009



no shit


da lista dos 61 presumíveis candidatos ao Nobel da literatura (via LER), constato que apenas conheço 34. desses, só posso dizer ter lido 6. portanto, o meu conhecimento do presumível universo Nobel é de 10%. vida triste, em que o trabalho com os livros é de tal forma mortificante que não resta tempo para os ler.



Etiquetas: ,


posted by saturnine | 00:37 | 2 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

terça-feira, 29 de setembro de 2009



meter o lixo debaixo do tapete


o grande e insuperável benefício da passagem dos anos é a questão da perspectiva: o abrandamento inevitável, ainda que possa assinalar uma dura transição, tem sempre a vantagem de permitir desfrutar muito mais da paisagem. e, em retrospectiva, as grandes causas já não parecem assim tão grandes. em compensação, o universo alarga-se um pouquinho mais além do círculo do próprio umbigo. digo eu, claro, que vivi fechada dentro da minha própria cabeça quase até aos 30 anos, e percebi entretanto que é fixe estar a par das coisas que acontecem no mundo à nossa volta. ainda que, na generalidade, as pessoas me aborreçam e me cause fastio a maioria das coisas que com elas se relacionam.
há que assumi-lo, é muito pouco aquilo que me desperta verdadeiro interesse... os meus livros, os meus discos, os amigos e a família, o amor, o tempo livre para não fazer a ponta de um chavo. depois, vem o trabalho que, apesar de dever ser proibido por lei, sempre ajuda a definir identidade e carácter. e vá... se não é ele próprio causador de depressão, sempre pode ajudar a escapar-lhe.isto tudo para dizer que eu era um ser extremamente parvo aos 20 anos. e já era um bocado parva na adolescência. são, portanto, muitos anos de parvoíce que eu, de bom grado, esconderia debaixo do tapete. nessa impossibilidade, surge o auxílio da perspectiva: 'estou muito mlhor agora.'

este já foi um blog de muitas coisas: de arte, de música, de livros, de astronomia, de parvoíces, de escrita, de cartoons, de correspondência sentimental, and soi on and soi on... sempre tudo ao molho e fé em dEUS. já teve 300 000 layouts diferentes, com sidebar, sem sidebar, já teve descrição e depois teve legenda, já foi tão sério que dava vontade de rir, já cometeu bloguicídio várias vezes, mas voltou sempre, já foi pateta, já foi melodramático, já foi super cool, já foi aquilo que me ia apetecendo que ele fosse. um pouco bipolar, vagamente esquizo aqui e ali, eu prefiro dizer que ecletismo é a palavra de ordem. a verdade é que estão aqui 6 anos da minha vida. este blog torna-se inequivocamente uma espécie de diário. de viagem, diria. há-de continuar, sobre tudo e sobre nada, essencialmente veículo da minha posta de pescada ocasional. afinal de contas, a minha vida dava bué de posts.





Etiquetas: , ,


posted by saturnine | 19:49 | 6 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

domingo, 27 de setembro de 2009



ninguém me perguntou nada, mas


como quase toda a gente que garante a pés juntos que não, também eu aprecio uma boa telenovela. e não posso deixar de apreciar, em certo sentido, refastelar-me vendo o desenrolar da novela - que deve estar só a aquecer - gerada pelo fenómeno mais ou menos recente que é esse hype de bolañomania decorrente da fresquíssima edição portuguesa, da Quetzal, de 2666. eu sei que ninguém me perguntou nada, mas eu se não mando a minha posta de pescada para o meio da molhada, não fico satisfeita:

primeiro, há que reconhecer que de facto se trata de um hype e concordar que «os departamentos de marketing das editoras e os críticos literários e opinion makers que se entusiasmam em efeito de dominó, às vezes trabalham em conjunto sem o saberem», como diz Eurico de Barros, numa máquina publicitária muito bem construída. de resto, basta lembrar o fenómeno do ano passado com a tradução, pela Cavalo de Ferro, da Rayuela de Júlio Cortázar; claro que, menos mediatizado, menos enfatizado, ainda por cima sabotado o projecto de contínua (re)descoberta do autor por motivo desse triste episódio burocrático que é a ausência de distribuição por parte da Cavalo de Ferro, o hype esmoreceu mais rapida e silenciosamente.
no final de contas, interessa depois ter o bom senso de perceber que daí não vem mal nenhum ao mundo. da criação de hypes, isto é. se serve para dar a conhecer o que não deve permanecer na obscuridade do desconhecimento, porque não? se serve para apontar uma obra-prima no caminho dos best-sellers, quiçá destronando um enfadonho Dan Brown, porque não? haja mas é dinheiro para comprar livros ao preço que este 2666 saiu para o mercado e o resto é conversa.

a mim, pessoalmente, perturba-me e distrai-me um bocado o ruído vindo de todos os lados, motivo pelo qual me furto habitualmente ao acompanhamento imediato dos hypes. a minha própria desorganização, física e mental, impedir-me-ia de consegui-lo com sucesso. assim, pouco me interessa se 2666 é o próximo Ulysses ou Bolaño o Borges da nova geração. do primeiro, li apenas uma coisa minúscula de seu nome Estrela Distante, que me parece uma excelente porta de entrada na bolañoesfera. está lá a desmultiplicação autobiográfica, as referências literárias e políticas, o toque surrealista no absurdo da narrativa. tudo em jeito de apontamento. a seguir, ainda hei-de passar pelos Detectives Selvagens e provavelmente não sem terminar primeiro a Rayuela de Cortázar. por isso me parece ainda um tudo nada distante o dia em que poderei ostentar uma t-shirt que diga "sim, eu também li 2666". só não me parece é que haja qualquer interesse ou utilidade em, por outro lado, andar por aí a fazer lema de "eu não li o 2666".





Etiquetas:


posted by saturnine | 15:36 | 0 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 25 de setembro de 2009



os começos são preciosos, diz ele


No Vazio da Onda é um dos meus títulos de livro preferidos. um ponto a favor. depois, a memória de Rebecca de Daphne du Maurier, que evoca a preciosidade de uma primeira frase, de um começo, de um entrar no mergulho de cabeça. e claro, há sempre a velha memória da fina sabedoria da princesa Irulan que o confirma:




"The beginning is a very delicate time."






Etiquetas: ,


posted by saturnine | 14:11 | 0 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 24 de setembro de 2009



recomeço


há dias o meu telemóvel teve uma queda quase fatal que o deixou moribundo e assinou a sua sentença: ao fim de quatro anos, iria dar-lhe descanso permanente. ressabiado por se saber prestes a ser trocado por um mais novo (é sempre esse o drama das relações de longa duração), ontem decidiu fugir-me e perder-se, num acto precipitado de antecipação do fim - uma espécie de suicídio comunicacional. lamento os contactos que poderei nunca recuperar e os cerca de cinco anos de memórias em mensagens que jamais poderei reaver. aquilo que digo a mim própria é que é a oportunidade de começar de novo. deixar para trás o que pesa inutilmente. a velha conversa de psicoterapeuta: sem deitar fora mobília velha, não há espaço para a nova. a quem interessar, os meus contactos mantêm-se inalterados. amigos que estais por esse mundo fora, reenviem-me os vossos números, por favor. o meu próximo passo vai ser comprar uma agenda. em papel. viva a tecnologia!





Etiquetas: ,


posted by saturnine | 12:55 | 1 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 14 de setembro de 2009



eu vou, e vocês?


[de] PERFIL – é assim que se apresenta este colectivo de fotógrafos que
inaugura o seu espaço na cidade do Porto. A exposição inaugural do
Espaço_ALT remete-nos para o perfil pessoal e fotográfico de cada um dos
intervenientes neste projecto, mostrando perfis, rostos, palavras e números que
funcionam como pistas para a descoberta daquilo que é o universo
fotoalternativa.net.









Etiquetas: , ,


posted by saturnine | 13:02 | 0 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 10 de setembro de 2009



o poeta americano da luz


nada como a notícia de um livro novo com uma capa do Edward Hopper para instigar a dose necessária de alegria matinal:









ainda que o livro nos possa deixar lavados em lágrimas.





Etiquetas: ,


posted by saturnine | 11:24 | 0 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 7 de setembro de 2009



não negue à partida uma ciência que desconhece


eu, que, não sendo propriamente um Jamie Oliver, até faço uma lasagna de legumes de chorar por mais, e umas batatinhas gratinadas com queijo e pimentão que fazem as delícias de qualquer almoço de domingo, ainda não consegui perceber exactamente a ciência de estrelar um ovo.





Etiquetas:


posted by saturnine | 10:54 | 4 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 4 de setembro de 2009



um capítulo aqui, outro capítulo ali


uma amiga minha deu o salto corajoso e vai cumprir um sonho: vai ter as suas próprias estantes para escalar, e como é ela que manda nelas, está garantido que há-de haver sempre Ana Teresa Pereira, e Nora Roberts só se ela não o puder evitar. o little black spot dá as boas-vindas à Livraria Capítulos Soltos em Braga:





inauguração: 12 de Setembro






Etiquetas: , ,


posted by saturnine | 14:45 | 2 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 3 de setembro de 2009



o enunciamento do descontentamento


dizem sempre que isto de festejar aniversários a partir de uma certa idade é uma seca e que custa cada vez mais e que é um aborrecimento e não sei que mais. eu concordo. estou enfastiadíssima. é terrível, ter que me sujeitar a festejar o meu aniversário aqui:







piscina de água aquecida, spa suspenso a mil metros de altitude, massagens relaxantes, a melhor paisagem do nordeste transmontano, a melhor companhia do mundo... francamente, as coisas a que uma pessoa se sujeita.





Etiquetas: , ,


posted by saturnine | 19:49 | 5 Comentários


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

spot player special




"us people are just poems"
[ani difranco]


*

calamity.spot[at]gmail.com



~*. through the looking glass .*~




little black spot | portfolio
Baucis & Philemon | tea for two
os dias do minotauro | against demons
menina tangerina | citrus reticulata deliciosa
the woman who could not live with her faulty heart | work in progress
pale blue dot | sala de exposições
o rosto de deus | fairy tales








---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


~*. rearview mirror .*~


Maio 2003 . Junho 2003 . Julho 2003 . Agosto 2003 . Setembro 2003 . Outubro 2003 . Novembro 2003 . Dezembro 2003 . Janeiro 2004 . Fevereiro 2004 . Março 2004 . Abril 2004 . Maio 2004 . Junho 2004 . Julho 2004 . Agosto 2004 . Setembro 2004 . Outubro 2004 . Novembro 2004 . Dezembro 2004 . Janeiro 2005 . Fevereiro 2005 . Março 2005 . Abril 2005 . Maio 2005 . Junho 2005 . Julho 2005 . Agosto 2005 . Setembro 2005 . Outubro 2005 . Novembro 2005 . Dezembro 2005 . Janeiro 2006 . Fevereiro 2006 . Março 2006 . Abril 2006 . Maio 2006 . Junho 2006 . Julho 2006 . Agosto 2006 . Setembro 2006 . Outubro 2006 . Novembro 2006 . Dezembro 2006 . Janeiro 2007 . Fevereiro 2007 . Março 2007 . Abril 2007 . Maio 2007 . Junho 2007 . Julho 2007 . Agosto 2007 . Setembro 2007 . Outubro 2007 . Novembro 2007 . Dezembro 2007 . Janeiro 2008 . Fevereiro 2008 . Março 2008 . Abril 2008 . Maio 2008 . Junho 2008 . Julho 2008 . Agosto 2008 . Setembro 2008 . Outubro 2008 . Novembro 2008 . Dezembro 2008 . Janeiro 2009 . Fevereiro 2009 . Março 2009 . Abril 2009 . Maio 2009 . Junho 2009 . Julho 2009 . Agosto 2009 . Setembro 2009 . Outubro 2009 . Novembro 2009 . Dezembro 2009 . Janeiro 2010 . Fevereiro 2010 . Março 2010 . Maio 2010 . Junho 2010 . Julho 2010 . Agosto 2010 . Outubro 2010 . Novembro 2010 . Dezembro 2010 . Janeiro 2011 . Fevereiro 2011 . Março 2011 . Abril 2011 . Maio 2011 . Junho 2011 . Julho 2011 . Agosto 2011 . Setembro 2011 . Outubro 2011 . Janeiro 2012 . Fevereiro 2012 . Março 2012 . Abril 2012 . Maio 2012 . Junho 2012 . Setembro 2012 . Novembro 2012 . Dezembro 2012 . Janeiro 2013 . Janeiro 2014 .


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


~*. spying glass .*~


a balada do café triste . ágrafo . albergue dos danados . almanaque de ironias menores . a natureza do mal . animais domésticos . antologia do esquecimento . arquivo fantasma . a rute é estranha . as aranhas . as formigas . as pequenas estruturas do ócio . atelier de domesticação de demónios . atum bisnaga . auto-retrato . avatares de um desejo . baggio geodésico . bananafish . bibliotecário de Babel . bloodbeats . caixa-de-lata . casa de cacela . chafarica iconoclasta . coisa ruim . com a luz acesa . comboio de fantasmas . complicadíssima teia . corpo em excesso de velocidade . daily make-up . detective cantor . dias com árvores . dias felizes . e deus criou a mulher . e.g., i.e. . ein moment bitte . em busca da límpida medida . em escuta . estado civil . glooka . i kant, kant you? . imitation of life . isto é o que hoje é . last breath . livros são papéis pintados com tinta . loose lips sink ships . manuel falcão malzbender . mastiga e deita fora . meditação na pastelaria . menina limão . moro aqui . mundo imaginado . não tenho vida para isto . no meu vaso . no vazio da onda . o amor é um cão do inferno . o leitor sem qualidades . o assobio das árvores . paperback cell . pátio alfacinha . o polvo . o regabofe . o rosto de deus . o silêncio dos livros . os cavaleiros camponeses no ano mil no lago de paladru . os amigos de alex . Paris vs. New York . passeio alegre . pathos na polis . postcard blues . post secret . provas de contacto . respirar o mesmo ar . senhor palomar . she hangs brightly . some variations . tarte de rabanete . tempo dual . there is only 1 alice . tratado de metatísica . triciclo feliz . uma por rolo . um blog sobre kleist . vazio bonito . viajador


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


~*. the bell jar .*~



os lugares comuns: against demons . all work and no play . compêndio de vocações inúteis  .  current mood . filosofia e metafísica quotidiana . fruta esquisita menina aflita . inventário crescente de palavras mais-que-perfeitas . miles to go before I sleep . música no coração  .  música para o dia de hoje . o ponto de vista dos demónios . planos para dominar o mundo . this magic moment  .  you came on like a punch in the heart . you must believe in spring


egosfera: a infância . a minha vida dava um post . afirmações identitárias . a troubled cure for a troubled mind . april was the cruellest month . aquele canto escuro que tudo sabe . as coisas que me passam pela cabeça . fruto saturnino (conhecimento do inferno) . gotham style . mafarricar por aí . Mafia . morto amado nunca mais pára de morrer . o exílio e o reino . os diálogos imaginários . os infernos almofadados . RE: de mail . sina de mulher de bandido . the woman who could not live with her faulty heart . um lugar onde pousar a cabeça   .  correio sentimental


scriptorium: (des)considerações sobre arte . a noite . and death shall have no dominion . angularidades . bicho escala-estantes . do frio . do medo . escrever . exercícios . exercícios de anatomia . exercícios de respiração . exercícios de sobrevivência . Ítaca . lunário . mediterrânica . minimal . parágrafos mínimos . poemas . poemas mínimos . substâncias . teses, tratados e outras elocubrações quase científicas  .  um rumor no arvoredo


grandes amores: a thing of beauty is a joy forever . grandes amores . abraços . Afta . árvores . cat powa . colectânea de explicações avulsas da língua portuguesa  .  declaração de amor a um objecto . declaração de amor a uma cidade . desolação magnífica . divas e heróis . down the rabbit hole . drogas duras . drogas leves . esqueletos no armário . filmes . fotografia . geometrias . heart of darkness . ilustraçãoinício . matéria solar . mitologias . o mar . os livros . pintura . poesia . sol nascente . space is the place . the creatures inside my head . Twin Peaks . us people are just poems . verão  .  you're the night, Lilah


do quotidiano: achados imperdíveis . acidentes quotidianos e outros desastres . blogspotting . carpe diem . celebrações . declarações de emergência . diz que é uma espécie de portfolio . férias  .  greves, renúncias e outras rebeliões . isto anda tudo ligado . livro de reclamações . moleskine de viagem . níveis mínimos de suporte de vida . o existencialismo é um humanismo . só estão bem a fazer pouco


nomes: Aimee Mann . Al Berto . Albert Camus . Ana Teresa Pereira  . Bauhaus . Bismarck . Björk . Bond, James Bond . Camille Claudel . Carlos de Oliveira . Corto Maltese . Edvard Munch . Enki Bilal . Fight Club . Fiona Apple . Garfield . Giacometti . Indiana Jones . Jeff Buckley  .  Kavafis . Klimt . Kurt Halsey . Louise Bourgeois . Malcolm Lowry . Manuel de Freitas . Margaret Atwood . Marguerite Duras . Max Payne . Mia Couto . Monty Python . Nick Drake . Patrick Wolf  .  Sophia de Mello Breyner Andresen . Sylvia Plath . Tarantino . The National . Tim Burton


os outros: a natureza do mal . amigos . dedicatórias . em busca da límpida medida . retalhos e recortes



---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

...it's full of stars...


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

blogspot stats